A humildade para o desenvolvimento pessoal

PorSara Paiva

A humildade para o desenvolvimento pessoal

Muitas pessoas pensam que a humildade nada mais é do que sinal de fraqueza, ou de pobreza. Mas estão, de todo, enganadas. Ser humilde não é humilhar-se, ou ser subserviente. Muito menos é sinal de que é menos do que os outros.

A humildade tem sido mal interpretada há muito tempo, e este acaba por ser um “mal geral”. Na verdade, a humildade nada mais é do que a capacidade de uma pessoa se relacionar com os outros, e consigo próprio, de uma forma realista. Ou seja, ser humilde é ter bem os pés assentes na terra, saber quais são as nossas fragilidades, quais são as nossas limitações.

Ora, ser humilde é aceitar que temos falhas e cometemos erros, que não somos bons em tudo. É tolerar aqueles aspectos mais negativos da nossa personalidade.

Para tal, uma pessoa humilde verdadeiramente demonstra uma grande maturidade emocional e psicológica. Não se trata de ser menos, antes pelo contrário. Trata-se de ser mais… Mais maduro, mais tolerante, mais racional.

Vantagens de ser-se humilde

A humildade para o desenvolvimento pessoal

Ser humilde não é uma vergonha, como muitos pensam. Ser humilde traz várias vantagens para nós, sendo que a tranquilidade que nos proporciona é a maior delas todas. Quando nos aceitamos como somos, e nos toleramos (mesmo aqueles defeitos terríveis que temos), estamos em paz connosco mesmos, estamos em paz com a nossa própria identidade.

Além disso, ser humilde permite reconhecer quando precisamos de ajuda, sem vergonha de a pedir. Sempre existem momentos em que vamos precisar de alguém que cuide de nós. Uma pessoa humilde não terá problemas em pedir essa ajuda, ao contrário das outras que, nessas situações, se sentem humilhadas por ter de pedir algo a alguém.

Geralmente, pessoas carentes, ou quer foram humilhadas em algum momento do seu crescimento, tendem a ter mais dificuldade em desenvolver essa atitude. Isso acontece porque a auto-estima se sustenta na independência, no facto de ser auto-suficiente.

humildade e desenvolvimento emocional

Outra vantagem de sermos humildes prende-se com a capacidade de ter real consciência das nossas limitações em termos do que sabemos. Ora, se sabemos e aceitamos que não percebemos de determinado assunto, sempre estamos disponíveis para aprender. Não importa se a outra pessoa tem menos escolaridade que a nossa, se é mais nova ou mais velha, se é rica ou pobre. Saber reconhecer que sempre podemos aprender com alguém só nos trará um maior desenvolvimento pessoal e intelectual também.

A humildade não permite que as pessoas se iludam. As pessoas humildes sabem que tudo acaba. Tudo é transitório e um dia terá um fim. Assim, nenhum sucesso ou conquista lhe subirá à cabeça. Não é isso que vai fazer com que se sinta superior aos outros, e não permite que seja arrogante.

Assim sendo, saber ser humilde, de verdade, só nos fará bem, além de mostrar uma grande maturidade psicológica e mental. Não basta dizer que é humilde, tem de o ser. E para isso tem de se aceitar como é!

Sobre o autor

Sara Paiva editor

Deixar uma resposta