Como lidar com crianças com PHDA

PorSara Paiva

Como lidar com crianças com PHDA

Lidar com crianças com PHDA não é fácil. Quem tem filhos que sofrem de hiperactividade ou hipoactividade e déficit de atenção sabe bem que há dias em que não existe sequer paciência para lidar com eles.

No entanto, não tem de ser um inferno. Existem algumas estratégias que podem ajudar muito a saber lidar com eles e conseguir ter uma vida normal.

Estratégias para lidar com filhos com PHDA

Antes de mais nada, é importante que os pais estabeleçam prioridades. Sabemos que a tendência é querer resolver todos os problemas de uma vez só, mas isso acaba por ser ineficiente. Concentrar-se na resolução de um problema de cada vez mostra-se mais benéfico.

Além disso, os filhos acabam por ficar ainda mais frustrados quando sentem que os pais estão descontentes quando vêem as suas tentativas goradas. Isso só irá causar problemas na auto-imagem e na auto-estima das crianças.

Outro erros que os pais costumam cometer é agirem por impulso, rapidamente, sem terem consciência das consequências que determinada escolha / atitude poderá ter.

Por isso é importante que os pais tenham em mente que o modelo de identificação são eles, e por isso mesmo não podem ser tão impulsivos como os seus filhos.

Tente manter a calma e a tranquilidade. Quanto mais passar isso para o seu filho, maior será a probabilidade de obter isso mesmo dele.

A punição não funciona da melhor forma com crianças que sofrem de PHDA. Nós sabemos que elas precisam de se esforçar muito mais do que as outras crianças para obterem bons resultados. Por essa razão, a punição acaba por ter o efeito contrário ao desejado.

O reforço positivo dá mais resultados que as punições. Foque-se nos elogios e não tanto nas reprovações. Com isto não queremos dizer que deve deixar o seu filho se portar mal ou fazer asneiras. Trata-se apenas de valorizar quando ele se comporta de forma correcta.

Outra forma de melhorar o comportamento das crianças com PHDA é estabelecendo uma rotina bem definida e estruturada para elas. É muito importante que elas vivam de forma constante e previsível.

Não deixe que a discussão comece sem saber como agir. Para tal é importante prever quando um distúrbio vai acontecer. Desta forma já se precavem e consegue conversar com o seu filho antes que ele comece a gritar e berrar.

Outra boa forma de tornar o seu filho mais estável é inscrevendo-o numa actividade física regular. Assim elas gastam energia e ficam mais calmos. Além disso, eles aprendem a relacionar-se com os outros e a respeitar as regras.

Quanto ao estudo, é importante perceber que eles não conseguem ficar concentrados durante muito tempo. Por isso deve estabelecer períodos de estudo curtos e intervalados.

Procure oferecer-lhe um local de estudo sossegado, sem distrações. Desta forma o seu filho poderá manter-se mais focado e atento naquilo que está a fazer.

Sobre o autor

Sara Paiva editor

MónicaPublicado em9:36 am - Jun 25, 2019

Bom dia!

Gostaria de receber informação sobre poda. Muito obrigada.

Deixar uma resposta