Como prevenir a depressão pós-parto

PorSara Paiva

Como prevenir a depressão pós-parto

O nascimento de um filho é um dos momentos mais importantes da nossa vida. No entanto, ao mesmo tempo que gera alegria e muita satisfação, invadem também sentimentos de insegurança e medo face à grande responsabilidade de termos dependentes de nós a vida de alguém. Por isso é tão comum a depressão pós-parto.

O medo e a angústia são maiores do que tudo, e por isso os nossos níveis de alegria baixam. Para que consiga aproveitar os melhores momentos da sua vida, é importante seguir algumas dicas para que passe longe deste tipo de depressão.

Dicas para prevenir a depressão pós-parto

dicas para prevenir a depressão pós-parto

Antes de mais nada é importante ficar atenta ao seu historial. Algum parente próximo já sofreu de depressão pós-parto? Se sim, duplique a sua atenção. O ideal é que procure um psicólogo para saber como evitar sofrer da mesma condição.

Ter consciência da pré-disposição permite que se consiga precaver da melhor forma.

Deve também investir na sua saúde. Ter uma alimentação saudável, equilibrada, é crucial. Invista em muitas fibras, águas, e alimentos naturais orgânicos. Estes alimentos ajudam o seu corpo a funcionar correctamente, e a sua mente também.

Tenha em conta, também, o exercício físico. Não só depois da gravidez, mas antes e durante também. A prática de exercício físico liberta endorfina, a hormona responsável pela sensação de bem-estar.

Uma das razoes pelas quais as mamãs têm depressão pós-parto é porque elas se sentem inseguras, e têm medo da responsabilidade. Por isso, de forma a prevenir a depressão pós-parto, deverá investir em cursos que a formem para cuidar de um bebé, e de como educar os seus filhos.

Quanto mais informação tiver, mais se sentirá pronta para enfrentar o desafio, e por isso vai manter afastada a depressão.

Manter os relacionamentos pertos é importante. O apoio dos familiares e amigos próximos é uma grande ajuda para combater a insegurança.

Mantenha os laços com o seu parceiro ainda mais próximos. Isso faz com que se sinta mais segura, mais apoiada e mais acolhida.

Outra das razões que leva à depressão pós-parto é o facto de viver tão inteiramente para o bebé que depois se esquece de si mesma.

É importante manter uma rotina que lhe permita ter um tempo para si mesma, para cuidar de si, para que se sinta mais do que ser mãe.

A última dica: Não se cobre em demasia. Existem demasiadas cobranças externas para que você se cobre ainda mais a si mesma. É cobranças acerca da boa educação do seu filho, de como voltar a ter o corpo que tinha antes da gravidez, ou de como manter um relacionamento saudável depois dos filhos.

A verdade é que todas esta cobranças só deixam as mães stressadas e ansiosas, e não é nada benéfico que elas se sintam assim.

Mamã, confie nos seus instintos! Não se cobre em demasia. Aproveite este momento bonito, conheça o seu filho, e conheça-se a si mesma, nesta fase tão bela que é a maternidade.

Sobre o autor

Sara Paiva editor

Deixar uma resposta