Arquivo de etiquetas Amor

PorSara Paiva

Estratégias de Manipulação usadas por pessoas tóxicas

Já alguma vez se perguntou porque alguém que é maltratada sempre volta para o agressor? Porque se sujeita a certas coisas? São maltratos físicos e emocionais constantes, mas que são permitidos pela vítima.

Nós, que estamos de fora, não conseguimos perceber porque alguém permite que alguém o trate tão mal. Mas a verdade é que existem razões bem mais profundas, as quais passam até à parte da consciência da própria vítima.

Muito tem a ver com algumas estratégias de manipulação que o agressor usa para ter a vítima sob total controlo.

Estas estratégias que as pessoas tóxicas usam são muito subtis, mas a verdade é que elas ficam intrínsecas no ínfimo da vítima, alterando até a sua forma de ser, pensar, e agir, de forma totalmente inconsciente e irracional.

O agressor aproveita-se da confusão e do desespero para aplicar essas estratégias. São naqueles momentos em que estamos mais frágeis que eles se aproveitam, porque sabem que nos encontramos mais vulneráveis, e por isso mais fáceis de manipular.

Estratégias de Manipulação usadas pelo agressor

Apesar destas estratégias de manipulação serem usadas maioritariamente por agressores e pessoas tóxicas, a verdade é que nós mesmos já fizemos uma ou outra coisa em algum momento da nossa vida.

Palavras

Palavras podem ser usadas com determinados fins. Neste caso, falamos daquelas usadas para manipular.

Quando alguém não consegue argumentar mais, acaba por ficar enfurecido. É nesta altura que tenta colocar a situação na outra pessoa, fazendo com que o outro se sinta culpado.

Esta atitude, mesmo que de forma subtil, faz com que a outra pessoa fique mais vulnerável.

Dúvida

Outra forma de manipulação é colocar a dúvida na mente da vítima. Frases como “Eu não disse nada disso!”, “Estás louca? Onde foste tirar essa ideia?” fazem com que a pessoa comece a duvidar da própria realidade.

O agressor faz de tudo para que a vítima duvide da sua própria realidade para que use isso a seu favor.

Amor

Outra das estratégias de manipulação usadas pelas pessoas tóxicas é colocarem a culpa de tudo o que fazem no amor.

Um estalo, um murro, um insulto. Tudo é desculpável com o amor. O amor não é violento, por isso não há como se desculpar com um sentimento tão nobre.

Consequências

Outra das estratégias usadas por pessoas tóxicas é sempre ameaçar com consequências. “Se fizer isso vai acontecer aquilo”, “se não o fizer já sabe quais serão as consequências”, “acho melhor não fazer isso, porque já sabe o que vai acontecer depois”.

Isto não passa de chantagem emocional. E os agressores sabem bem como a hão-de fazer. Aliás, eles são mestres neste tipo de chantagem que coloca a vítima na mão deles.

PorEG-Focus

O que fazer quando um relacionamento chega ao fim?

 

Quando um relacionamento chega ao fim, os sentimentos de desesperança, tristeza, e agonia apoderam-se de nós. Muitas vezes chegamos ao ponto de pensarmos que a vida não faz mais sentido, especialmente quando falamos de um relacionamento de muitos anos.

Depositamos muito de nós numa relação amorosa, e passamos a olhar a vida a dois, e não com o foco em nós mesmos. E esse é um dos motivos que nos leva a que, quando um relacionamento chega ao fim, achemos que nada mais vale a pena.

No entanto, a vida continua. Existe mais vida para além daquela que vivemos a dois.

 

Porque um relacionamento acaba?

Viver um relacionamento amoroso não é fácil e exige muito de ambas as partes. Personalidades distintas fazem com que as discussões aumentem, especialmente depois da fase da paixão, quando vemos apenas as qualidades de quem amamos.

A rotina desgasta uma relação, e com o tempo, as discussões vão crescendo, e aumentando de intensidade, deixando marcas que dificilmente se apagarão.

Não quer dizer que já não se ame a pessoa, mas começamos a pensar que seríamos mais felizes sem aquela pessoa, sem as pressões do relacionamento, e sem as discussões constantes.

Por vezes essa é a conclusão a que chegam os dois, e quando assim é, torna-se mais fácil de ultrapassar o término de uma relação. Mas quando um relacionamento chega ao fim, e esse fim é ditado apenas por um, é muito mais difícil lidar com a situação.

 

Como reagir quando um relacionamento chega ao fim?

Independentemente de ter sido decisão dos dois, ou de um apenas, o simples facto de estarmos a quebrar um ciclo da nossa vida não é fácil. É preciso reaprender a viver sozinho, e essa aprendizagem é um caminho que nos traz muita angústia.

É toda uma vida que passamos a viver sozinhos, sem a companhia da outra pessoa, sem o apoio da outra pessoa… De repente percebemos que já não fazíamos nada sozinhos há muito tempo, e por momentos parece-nos impossível viver assim.

Estes são sentimentos muito comuns quando um relacionamento chega ao fim. Mas, antes de qualquer coisa, deixe-me dizer-lhe que esse sentimento é passageiro. O segredo está em saber lidar com a situação da melhor forma.

 

PERMITA-SE SENTIR

Um dos erros mais comuns das pessoas é agir como se a situação não tivesse acontecido. Ignoram o sofrimento do término da relação, e agem como se fosse a melhor coisa que lhes tivesse acontecido. Mas nós sabemos que ninguém sente, realmente, desta forma (salvo raríssimas excepções).

Dessa forma, pode, e deve, sofrer. Numa primeira fase, chore, relembre, e permita-se sofrer. Esse é um processo saudável para superar o término da relação.

 

AME-SE

Com o tempo, a dor do fim da relação vai passando, e é crucial que comece a olhar para si de outra forma. É importante que se re-descubra a si mesmo. Procure quem você realmente é, sozinho, sem a outra pessoa.

Descubra actividades que lhe dão prazer, como sair com os amigos, ir àquela exposição que tanto gosta, ou assistir a um espectáculo que há muito gostava de ter ido.

 

VIRE A PÁGINA

Quando você termina uma relação, um novo mundo se abre para si mesmo. É uma nova oportunidade que a vida lhe dá de ser feliz. Não tenha medo de virar a página, dar-se a conhecer a novas pessoas, e a novos amores também.

 

Quando um relacionamento chega ao fim, estamos a dar-nos a oportunidade de encontrar a pessoa certa para nós. Não tenha medo, e siga em frente!